Browsing Tag

poster

colagem-cities

As cidades em tapeçaria de parede

Colagem

Estou obcecada com essa tapeçaria de parede que encontrei no Society6!

Independente de amar Londres ou não, a arte nessa tapessaria é muito interessante porque é simples – são apenas linhas – e ao mesmo tempo é muito complexa já que tem uma série de sobreposições. O fato de não ser colorida faz com que ela se encaixe facilmente na composição de vários cenários com diferentes paletas de cores.

O abajur surgiu nessa colagem para ser a outra metade dessa tapeçaria. Ou será que só eu penso que ficaram perfeitos juntos? Tem a ver com a cor e com o design dele, fino e comprido. De certa forma é como se ele se misturasse com as formas rascunhadas. Na parede resolvi usar um azul escuro e vibrante para fazer contraste com os tons neutros. Acrescentei o pequeno aparador azul esverdeado para somar ainda mais cor, sem fugir muito dos outros tons utilizados.

colagem-cities

Para comprar as estampas: Londres | Paris | Toronto e não aparece nesse post, mas ainda tem Nova York!

Um beijo e até o próximo!

decoracao-de-quarto

Be you!

Colagem

Recentemente eu li um livro que questionava o sentido de sermos nós mesmos. O que eu sou é o que eu aparento? É o meu rosto, o meu corpo? Como saber que o meu ser É MEU e não apenas um ser moldado cultural e socialmente? Eu sou único? Gosto muito de refletir sobre essas coisas porque, embora nem sempre eu chegue em uma conclusão lógica, isso mantém a minha mente aberta para várias situações inesperadas e me ajuda a não me julgar tanto e a me aceitar mais.

Serendipidade é uma palavra que define por si mesma o que eu penso sobre as vantagens de  descobrir quem você é e agir de acordo com isso. É como se você dissesse a palavra mágica para que os caminhos certos pra você se tornem visíveis. E era isso o que eu tinha em mente quando criei essa colagem! Usei alguns elementos novos e outros que eu já havia usado anteriormente, mas o meu foco principal ficou nas cores – pink, azul, preto e branco. Só lembrando que prateleira acima da cama deve ficar em uma altura considerável para que você não bata a cabeça ao sentar ou levantar (!).

Pôster Bright pink no Society6 // Vaso de plantas da Boskke // Prateleira pequena MMM // Pôster be you da Pottery Barn

Beijos!

silence-side

The silence in between

Colagem

Pôster the sound of silence | Alone in the forest | Dream theory

I created this collage thinking in a different composition to wall’s frames. I think it’s very cool the idea of mix the frames with loose posters and put it all together, with no space between the arts, as if it were a single thing. First, I wanted use a dark grey tone to the wall, but I liked more to use the same headboard color, with a darker tone. The brown lampshade blends well with the green – colors that reminds nature – and it’s a neutral object because doesn’t make too much contrast with the colored posters. I made the bed simplest, but I mixed the pillows pattern with the headboard pattern. This overlap got interesting, doesn’t it? To finish, I really loved the name of the posters I picked…

Criei essa colagem pensando em uma composição diferente para os quadros da parede. Acho muito legal a ideia de misturar as molduras com pôsteres soltos e colocar tudo junto, sem nenhum espaçamento entre uma arte e outra, como se virasse uma coisa só. A princípio eu ia usar um tom de cinza chumbo para a cor da parede, mas acabei gostando mais de usar a mesma cor da cabeceira da cama, embora em um tom mais escuro. O abajur marrom combina muito bem com o verde – são cores que lembram a natureza– além de aparecer como um objeto mais neutro visualmente porque não faz muito contraste com os pôsteres coloridos. Deixei a cama mais simples, porém misturei as estampas da capa dos travesseiros com a cabeceira. Ficou uma sobreposição interessante, não ficou? Por fim, amei o nome dos pôsteres que eu escolhi…

posteres-quarto

Through the crowd I was crying out
And in your place there were a thousand other faces
I was disappearing in plain sight
Heaven help me, I need to make it right

You want a revelation
You wanna get it right
But it’s a conversation
I just can’t have tonight

You want a revelation
Some kind a resolution
You want a revelation

– No light, no light (Florence and the machine)

Beijos e até mais!

DIY – Poster com recortes

DIY

diy-poster

diy-poster
diy-poster
poster-de-recortes

Uma das melhores coisas de ter uma categoria de DIY (faça você mesmo) no blog é o incentivo de tentar criar coisas com as próprias mãos. Nem sempre dá certo, já aconteceu de ser muito mais interessante na minha mente do que depois de executado, mas o que vale é a experiência e a possibilidade de ter um resultado legal. E isso usando mais a criatividade do que o dinheiro!

Dessa vez, por exemplo, a ideia ficou tãao bonitinha! Estava olhando os reblogues do meu tumblr e percebi que eu adoraria ter uma página do livro do artista Adam Sultan estampada na minha parede. Adoro trabalhos com colagem e achei que seria legal tentar fazer algo com o mesmo conceito, então eu usei:
  1. Revistas velhas
  2. Tesoura
  3. Fita dupla face (minha cola branca deixa o papel enrugado)
  4. Papel (pode ser uma simples folha branca até uma folha com textura ou colorida…)
Folheei as revistas e procurei palavras que eu achei interessantes, com fonte tipográfica ou fundo bonito. Recortei todas que eu gostei. Depois juntei algumas até formar uma frase com algum significado PRA MIM. Gosto do conceito minimalista, então resolvi deixar tudo no canto da folha (escolhi o canto superior ao invés do inferior porque continua aparecendo se algum objeto for colocado na frente do quadro). Pensei que ia ficar com cara de trabalho mal feito de escola, sabe? Mas depois que emoldurei, amei ♥

Aliás, isso é uma boa dica: use uma moldura com vidro porque ele cria uma aparência mais sofisticada para o que quer que esteja emoldurado. Por mais que a sua arte seja simples (uma colagem de palavras, o desenho do seu filho, um rabisco do seu namorado…), o vidro ajuda a valorizar.

Um beijo e continue acompanhando!

Thyeme Figueiredo

PÔSTER ÁRVORE DOS DESEJOS

Uncategorized

poster-arvore-de-desejos

Esse é o novo pôster disponível na loja do opinião da designer no society6. Resolvi chamar de “árvore dos desejos”; se você reparar bem, dá pra ver que são galhos cheios de post-it! Pra você nunca esquecer que deve ter sonhos/desejos e correr atrás deles, senão sua “árvore” nunca dará frutos.
This is the new poster available in the opinião da designer store on Society6. I decided to call the “wish tree”; if you look well you can see that are branches full of post-it! To never forget that you must have dreams/desires and chasing them, otherwise your “tree” never will bear fruit.

Beijos! Xo!
Thyeme Figueiredo

Pôster au!mor

Uncategorized

poster-aumor

Maytê foi uma das fêmeas que nasceu de uma ninhada de aproximadamente 6 cachorrinhos. Ela precisava de um lar, mas ninguém a escolhia porque os outros filhotes eram machos e por serem machos, eram sempre os escolhidos. Do outro lado dessa história estava eu, com meus 15/16 anos, querendo novamente um animal de estimação. Alguns muitos anos antes, meu papagaio fêmea havia desaparecido misteriosamente, após dois anos de muito amor e sementes de girasol – mais um dos vários outros animais que não curtiam ficar comigo pra sempre – e já estava decidido que eu não iria mais me apegar com nenhum bicho. Até essa ninhada de cachorros fofinhos e peludos.
Minha mãe disse que não ia cuidar, seria um trabalho só meu. E também não queria fêmea, porque fêmea fica no cio e se bobiar dá filhotes e ela não queria cuidar de filhotes. O moço dono da mãe dos cachorrinhos falou que havia sobrado um único filhote, por sorte macho e me trouxe ele em uma terça-feira à noite. Me deixou ficar emocionada, como o dono do Matias, por uns cinco minutos para decidir contar que havia mentido e que o meu filhote macho, na verdade, era fêmea. Sinto muito mãe, é minha!
Maytê
Essa cachorra branca, de orelhas pretas, olhos amarelos e eu passamos por muita coisa juntas. As pessoas tinham um certo medo dela porque, digamos que ela me mordeu algumas vezes (e uma dessas vezes sangrou bastante). O caso é que ela sentia muito ciúme de mim, eu acho. Mas era legal quando eu estava dormindo e era acordada, às vezes, com algumas lambidas ou quando batia sem querer na coleira dela (que geralmente ficava pendurada na lavanderia) e no mesmo segundo ela mostrava o focinho na porta de vidro, porque coleira era sinal de passeio.
Maytê
Já esqueci muita coisa sobre ela, mas uma cena ainda muito clara na minha mente foi quando comecei a colocar as malas no carro que me levaria ao aeroporto direto para São Paulo. Todos estavam se despedindo de mim e a Maytê ficou apenas deitada no pátio onde ela costumava ficar. Só que no momento em que abrimos as portas do carro para entrar e ir embora, ela correu e ficou em pé na grade e quando eu a agradei, ela segurou a minha mão com as patinhas. Sei, eu sei que estou fazendo muito drama, mas juro que foi exatamente isso o que aconteceu e eu acredito que os cachorros entendem certas coisas (tipo que a dona dela estava partindo). Desde então, só a vi de novo umas 3 vezes, as viagens que eu fiz a Belém.
Maytê
Ela morreu em 21 de Abril de 2014. Pegou Cinomose no final do ano passado. Minha mãe ficou tratando com o veterinário, que sugeriu o sacrifício em um momento de piora dela. Só que enquanto eu pensava nessa possibilidade, ela ficou bem, embora ainda estivesse doente. Lá pelo dia 19 de Abril, voltou a piorar (não queria comer, não andava…) e, antes que eu voltasse a pensar no sacrifício, ela conseguiu ficar sem sofrer.
Fiquei e ainda estou muito triste. Vai ser estranho voltar na minha casa em Belém e não vê-la. Muito estranho. Mas essa história toda foi a minha inspiração para o pôster desse mês, que sinceramente, fiz para a minha própria parede. É meio que uma homenagem pra Maytê e algo legal de se ter enfeitando, para quem tem cachorro e entende como é todo esse sentimento. Chamei o pôster de “au!mor”: Au! de latido, fazendo um trocadilho com a palavra amor. Como sempre, o download é grátis por um mês (até o próximo dia 05).
download
Me envia uma foto, depois de imprimir e tal 🙂
Beijo!
Thyeme Figueiredo

Download grátis do pôster “Fez”

Uncategorized

poster-download-abril

Esse é novo pôster para download grátis, que fica disponível só até 05 de Maio. Acredito que a frase no pôster fala por si mesma, é antiga mas ainda tem o seu poder motivador. Às vezes, a impossibilidade é apenas um pensamento negativo.


“Às vezes, a impossibilidade é apenas um pensamento negativo.”


!function(d,s,id){var js,fjs=d.getElementsByTagName(s)[0],p=/^http:/.test(d.location)?’http’:’https’;if(!d.getElementById(id)){js=d.createElement(s);js.id=id;js.src=p+’://platform.twitter.com/widgets.js’;fjs.parentNode.insertBefore(js,fjs);}}(document, ‘script’, ‘twitter-wjs’);

Você concorda? Ah, para colocar na sua parede, é só levar o arquivo baixado em uma gráfica e pedir para imprimir em formato A3 (maior) ou A4 (tamanho do papel comum) em papel couchê ou outro papel especial (porque fica mais bonito!).

Espero que tenham gostado!

Thyeme Figueiredo

Pôster conto de flores

Uncategorized

poster-conto-de-flores

Esse é o pôster para download grátis de Março e ele se chama “conto de flores”. Está atrasado dessa vez, eu sei! Os downloads por aqui sempre ficam disponíveis no dia 05 de cada mês mas eu não consegui criar nada que eu achasse realmente interessante até essa data e se for para disponibilizar qualquer coisa, é melhor não disponibilizar nada, não concorda? Mas ontem eu estava tranquila e inspirada e consegui modificar a ideia inicial a ponto de gostar muito do resultado! “Conto de flores” é referência a “conto de fadas” apenas porque a ideia do pôster é que as flores estão contando uma história. Era uma vez uma flor…
Beijos!
Thyeme Figueiredo

Be patient!

Colagem

be-patient

Estava tentando criar uma coisa completamente diferente dessa colagem, mas foi isso o que surgiu e eu estou apaixonada pela paleta de cores! É raro ver tons rosados misturados com amarelo e nessa quantidade eu achei que ficou muito legal. O criado-mudo de madeira com esse aspecto escovado também se encaixou perfeitamente, sem falar que eu amei colocar o quadrinho por cima desse background que poderia facilmente ser um pôster ou um pedaço de tecido . Sim ou não para este set?

Um beijo e até o próximo!

O amor não cabe em si

Uncategorized

Pôster-para-download-gratis
Pôster-Fevereiro-2014

Acho que esse pôster cairia muito bem para ser o download de Junho, mas dessa vez eu demorei a ter inspiração e quando a ideia veio, acabou se transformando no que vocês podem ver acima. Fiz pensando na minha mãe, que é a pessoa mais fã de Djavan que eu conheço! Cresci ouvindo todos os cds dele e cresci lendo as poesias de amor que ela escrevia e sempre achei tudo isso muito interessante sobre a personalidade dela. Quando a gente fica muito longe de alguém que ama, as coisas que no dia a dia são insignificantes acabam se tornando as melhores lembranças. Se eu escuto uma música dele, penso nela e isso me deixa feliz. O pôster ficou bem simples e minimalista, mas acredito que consegui expressar exatamente o que eu queria, que é a ideia de que o amor não se delimita. Quando você ama, de alguma forma isso volta pra você. É como se esse sentimento se expandisse e invadisse o espaço. Por isso as palavras “invade” e “e fim!” estão saindo do lado lilás e indo para o lado branco, para o infinito.
{ { DOWNLOAD } }
Espero que gostem! Se colocar na parede, me manda foto ou me conta o que achou aí embaixo nos comentários 🙂
Um beijo,