Browsing Tag

design

ex-libris

Ex Libris

Arte

No primeiro semestre desse ano uma das matérias que cursei na UNB foi introdução à gravura. A disciplina foi dividida em vários tópicos e um dos meus preferidos é o tema desse post: ex libris. De acordo com a WikipediaEx libris (do latim ex libris meis) é a expressão que significa, literalmente, “dos livros de” ou “faz parte de meus livros”, empregada para associar o livro a uma pessoa ou a uma biblioteca. A inscrição pode estar inscrita numa vinheta colada em geral na contra capa ou página de rosto de um livro para indicar quem é seu proprietário. A vinheta em geral contém um logotipo, brasão ou desenho e a expressão “Ex libris” seguida do nome do proprietário. É possível que contenha um lema, ou citação.” Meu professor explicou que a ex libris agregava valor à livros da coleção de autores famosos e que era comumente utilizada por eles.

ex-libris

Não sei exatamente explicar a razão de eu ter gostado tanto desse tópico, mas a produção de ex libris da minha turma inteira era muito interessante e muito característica de cada um. O processo de produção foi trabalhoso pois utilizamos goivas para fazer o encave na borracha, mas nesse material eu não consegui executar o nível de detalhamento que eu queria, então acabei fazendo a minha ex libris no MDF. A impressão consiste em preparar a tinta offset, utilizar um rolo de borracha sobre a matriz e em seguida utilizar uma colher de pau para fazer a gravação no papel. O objetivo era conseguir no mínimo duas cópias idênticas e só depois de muuuuitas impressões é que isso foi possível (no meu caso). É um processo arcaico, mas único e muito prazeroso de ver o resultado. Abaixo seguem algumas imagens da minha matriz, de algumas impressões e dos meus livros já carimbados com a minha representação:

ex-librisex-librisex-librisex-librisex-libris

Novidades da Maison & objet 2015

Uncategorized
feira_maison_et_objet_paris_05 Papel de parede Punchinello, Cole & Son

Quem trabalha na área criativa sabe que é preciso sempre se manter atualizado com as novas tendências e com o que está sendo criado mundo afora, não é mesmo? Por aqui, estou sempre de olho nas mostras de decoração e nos eventos de construção que acontecem todo ano em São Paulo. Por que não ficar de olho também no que está acontecendo fora do Brasil? É o caso do post de hoje, com algumas coisas legais sobre a Maison&Objet – uma das maiores feiras de decoração de Paris – que foi apresentada em Janeiro desse ano e contou com mais de 3.000 expositores de todo o mundo!

Com a proposta “Fazer” três frentes foram sugeridas: natureza, homem e tecnologia. Seguindo essas abordagens, podemos observar três tendências que encontraremos nas lojas esse ano:

ARTES MANUAISMaisonObjetArtesanato
Na Maison, o artesanato reinou em forma de lã trançada com motivos étnicos, vasos de cerâmica brutos e cestaria de fibras naturais.Com o aumento do consumo e da produção em massa, o trabalho detalhado dos artesãos ganha um valor ainda maior. O forte valor é ligado ao trabalho manual, que nos faz retornar aquilo que é único e tradicional.

ELEMENTOS NATURAISMaisonObjetNatureza
A natureza apareceu na Maison em forma de flores, plantas, borboletas e pássaros. A madeira bruta e fibras naturais também marcaram presença na feira.

TENDÊNCIA DE CORESMaisonObjetCores
A valorização dos tons de rosa e verde pistache estarão em alta nas próximas estações. Porém, a temporada primavera-verão europeia será marcada pela invasão do azul-marinho.

feira_maison_et_objet_paris_17 Louça Cosmic Diner, Seletti

design_chocolates_nendo_04 Chocolates desenvolvidos para o lounge chocolatexture

Gostaria de poder ver tudo isso de perto, mas quem sabe na próxima vez? 🙂 Esse foi um post colaborativo que fui convidada a participar pela Westwing e o objetivo é fomentar uma discussão acerca do design de interiores.

Fotos e informações: Westwing | Casa Vogue

Beijos!
Thyeme Figueiredo

Enough

Colagem

Quadro de Natalie Hennekman | Abajur e banco de campanha da Westwing
É tão importante sair da nossa zona de conforto e abrir a mente para novas ideias, experiências, pessoas…a gente passa muito tempo se preocupando com as nossas verdades, nossas coisas, e os dias vão passando tão rápido que de repente já se foi a nossa chance de ser feliz e de fazer feliz quem está caminhando ao nosso lado. Tem que ficar lembrando que não é a quantidade que faz a diferença na nossa vida e sim como a gente a encara. Se é pouco e você é capaz de absorver o melhor desse pouco, então está tudo certo.
It’s so important to get out of our comfort zone and open our mind to new ideas, experiences, people …we spend a lot of time worrying about our truths, our things, and the days go so fast that suddenly has passed our chance to be happy and make happy those who are walking alongside us. We have to keep reminding that’s not the quantity that makes a difference in our lives but how we face it. If is too little and you are able to absorb the best that, then it’s all right.


Thyeme Figueiredo

O layout do blog

Uncategorized
O opinião da designer já mudou de layout várias vezes desde que foi criado e acho importante comentar as mudanças para que os visitantes que sempre vem aqui (talvez você que está lendo agora) não se sintam perdidos.

Eu, Thyeme, é quem organiza tudo por aqui – desde o design do layout até a “programação” (é claro, lendo milhões de tutoriais na internet!). Se eu pagasse alguém para fazer fazer isso, tenho certeza de que tudo ficaria muito melhor e eu até já tenho duas profissionais incríveis em mente, mas por questões de grana por enquanto é preciso que eu mesma me vire nos 30.
Daí que eu sempre acabo bagunçando um pouco, sabe, acrescentando gadgets onde não devia, misturando fontes, cores… quando me dou conta já estou ficando estressada sempre que abro o meu próprio blog por conta de poluição visual. Odeio ver muita coisa no mesmo lugar, apenas odeio! É nessa hora que eu faço uma espécie de faxina por aqui, retiro e modifico tudo o que acho que está feio ou em excesso. Eu não sou muito fã de grandes mudanças, mas às vezes elas são necessárias e melhoram a nossa vida e é assim que as coisas funcionam por aqui:
A grande mudança dessa vez foi que eu deixei a barra de menu preta (ao invés de branca). O opinião da designer é uma extensão de quem EU sou e das coisas que eu gosto, então não é legal entrar aqui e não me identificar com algo que é meu. Tudo claro, muito fofo… não tem mais tão a ver comigo. Além do mais, acho que o preto ajudou a valorizar as imagens de dentro dos posts e a focar no nome do blog, logo que a página abre e é exatamente isso o que eu queria.
A barra de menu já está fixa há alguns meses e acho que é extremamente útil porque dá pra mudar de uma categoria para outra rapidamente, sem precisar subir a página. Tudo bem que o “up” corre a página para o topo, mas é melhor ter tudo “na palma das mãos”. Ou estou errada?
O rodapé continua igual e ainda pretendo ajeitar algumas nele, mas por enquanto ele só apresenta a caixa de curtir do facebook, um anúncio, as postagens mais vistas da semana e o número de visitantes online no momento. E já que você chegou até o fim desse post, que tal me contar o que achou disso tudo? Pode deixar um comentário ou marcar algumas estrelas aqui ó.
Um beijo! :*
Thyeme Figueiredo

Último dia de design weekend 2013

Uncategorized

Participar do design weekend esse ano foi uma experiência única. Eu nunca tinha viajado completamente sozinha para nenhum lugar, então foi um grande desafio. Por outro lado, apesar de todas as dificuldades (e, acreditem, foram muitas!), acho que eu consegui absorver a essência de um evento de design urbano. Entrar no conjunto nacional e ver pessoas que nada tem a ver com design observando os itens expostos ali, tirando fotos  e achando legal ou simplesmente estar andando em uma rua qualquer e ver outras pessoas caminhando com um guia DW nas mãos… Nenhum dos leitores do blog (é, vocês!) usou a tag ou enviou fotos e isso me desanimou um pouco, mas eu mesma não participo muito dessas campanhas dos blogs que eu acompanho mesmo quando eu acho legal, então é um comportamento normal do meu ponto de vista (dá preguiça, né?). Em todo caso, apesar de eu não ter cumprido a programação ao pé da letra, espero que vocês tenham gostado de acompanhar o design weekend por aqui. Foi algo que me envolvi com o maior prazer! No domingo (dia 18) eu precisei de boa parte da manhã para organizar as minhas coisas já que eu ia viajar pela noite. Meus pés estavam muito machucados, então minha solução para conseguir andar foi sair de sandália, mesmo no frio. Eu devia ter comprado um tênis, eu sei, mas já nem adiantava fazer isso no último dia. Me senti embaraçada de ir ao museu da casa brasileira assim. Quando larguei essa frescura já estava tarde, então só fui mesmo ao IED. Erro meu e um aprendizado pra vida. Fica o conselho pra vocês quando viajarem sozinhos: Levem o melhor tênis que vocês puderem! Quando eu chegasse do IED, ia escrever e publicar esse post que estou escrevendo agora, mas o frio estava aumentando e eu resolvi sair do hotel logo, enquanto eu ainda ia aguentar ficar de sandália ( não ia rolar pagar um táxi até a rodoviária por conta da distância!). manifestação na avenida paulista Deu tempo de ver manifestação na Av. Paulista Parando com as reclamações e desculpas, eu nunca tinha visto tanta coisa legal relacionada com design na minha vida! E olhar as fotografias nem se compara com ver tudo de perto, por isso incentivo a vocês se organizarem para visitar tudo ano que vem. Escolher a programação é super difícil e mais difícil ainda é cumprir! Então, sugiro que vocês olhem todo o programa antes de viajar, marquem o que mais gostarem e separem por lugar. No dia do evento decidam o que vão fazer! A oficina que eu queria participar no IED foi cancelada e acabei ficando na oficina de pequenas tiragens, que foi bem legal. Deu pra entender um pouco sobre como montar um livreto, sabe. Eles mostraram algumas técnicas muito criativas para baratear a publicação e ainda assim ficar diferente e interessante. oficina no IED no período do design weekendOficina de publicações em pequena tiragem no IED Uma das coisas que mais me ajudou a ficar animada até o final foram as boas pessoas que eu conheci. Teve gente pra me colocar bem pra baixo, mas as pessoas que me apoiaram lá, estranhos que nada tinham a ver com a minha vida, vieram em triplo. Estou feliz de ter chegado em casa, agarrado o meu cachorro e de agora estar bem quentinha. E estou feliz de ter ido lá, conhecido pessoas ótimas, visto coisas criativas e ter passado pelas situações desagradáveis porque agora eu estou inspirada, com ótimas ideias (será? haha) e pronta pra voltar à minha rotina de trabalho. foto (1) Essa sou eu, se viram uma menina feia assim por lá lol Bom gente, por enquanto é isso. Mais novidades legais vem por aí, é só continuar acompanhando o blog! Obrigada pelas “curtidas” durante esse período, foi da hora ver as redes sociais do blog tão movimentadas… Um beijo e até o próximo post! Thyeme Figueiredo

Terceiro dia de design weekend 2013

Uncategorized

Oi gente! *O post não está saindo na data certa (como prometido) por motivos técnicos. Escrevi a postagem mais cedo e deixei agendada, mas por algum erro, não publicou! Então, agora seguem minhas impressões do terceiro dia de design weekend 2013 (em São Paulo). No post pela manhã, minha programação era um workshop de tecidos na Orlean, visita às intervenções da Al. Gabriel Monteiro da Silva e passar a tarde nas palestras da paralela gift. Pois bem, as palestras eu já havia cancelado porque visitei a pararela logo que cheguei, no dia 14 e como peguei um dia inteiro de palestras no dia 15, acabei desinteressando dos assuntos que seriam abordados lá. Não consegui chegar a tempo para o workshop na Orlean, porque já saí do hostel em cima da hora e o ônibus demorou um bocado (menina cheia das desculpas né?!). Do que estava programado só restou visitar as intervenções, voltinha que eu adorei!

  • wall covering

Da mesma forma que a wallpaper (vou comentar mais embaixo), eles tem uma enoooorme variedade de estampas. Gostei muito dos tecidos prensados no papel, que podem ser aplicados da mesma forma que o papel de parede comum, porém, tem uma textura diferente…o atendimento lá foi bem caloroso! (Isso é importante, vocês não acham?)  2013-08-17 13.43.00 2013-08-17 13.50.56 2013-08-17 13.50.59 2013-08-17 13.52.57

  • Saccaro

A novidade deles para o DW foi usar o tema “mangue”. Logo na vitrine estava uma mesa cujo tampo tinha patinhas de carangueijo, como se um tivesse andando por cima dela de uma ponta a outra! Alguns quadros da loja também tinham esse mesmo tema. DSC00600 DSC00599 DSC00602

  • Elgin

A Elgin é uma loja de móveis planejados, mais focada em cozinhas, na verdade. A vitrine deles sempre tem um tema mais livre para o projetista e não é obrigatório que se use somente os produtos da loja, então é bem legal de sempre dar uma espiada…eu achei essa mesa de bilhar roxa bem interessante! Também gostei muito de como eles penduraram as xícaras em uma coziinha do showroom. DSC00615  DSC00647 

  • By Kamy

A exposição da By Kamy estava muito legal! Vi várias pessoas postando fotos de lá no instagram, mas vendo de perto, juro pra vocês que as fotos não conseguem ser fiéis (principalmente fotos amadoras né?!). A fachada já dava a entender o que estava acontecendo lá dentro e acho isso muito convidativo. Notei logo que passei pela porta de madeira preta (pesaaada!) um tapete com o rosto do Einstein. É impressionante como eles conseguiram representar tão bem! Olhando mais diretamente para a exposição da China, foi muito legal que praticamente toda a arte foi produzida com materiais reciclados, baratos e simples: Feltro, tachinhas, canudinhos, sílica… Quem diria que com materiais tão simples se conseguiria representar a cidade de Pequim, por exemplo? Ou pintar uma tela no feltro de modo a não parecer feltro? Criatividade imperou. Uma ideia que achei legal e pensei na hora em comentar aqui no blog, foram as escadas cobertas em algumas partes com fios. Sabe aquela escada feia (porém, necessária) que você tem em casa e não ideia de onde colocar? Talvez cobrir parte dela com fios coloridos pode ser uma solução criativa para que ela possa ficar exposta!  DSC00673 DSC00676  DSC00681 DSC00690  DSC00695 DSC00696 DSC00704

  • Wallpaper

Eu acho a wallpaper uma loja referência quando se trata de papel de parede e eles tem infinitas opções (uma mais linda que a outra!), mas eu não curti o atendimento. Pode ter sido coisa de momento, vai que naquele exato momento em que eu entrei eles estavam com muitos clientes e pouca gente pra atender… mas ninguém sequer se ofereceu para tirar as minhas dúvidas sobre a participação deles no design weekend. Eu nem queria comentar isso aqui, porque como eu disse, pode ter sido só naquela hora. Mas um bom atendimento é uma característica que eu prezo muito na hora de indicar uma loja ou fornecedor e acho importante que estejam SEMPRE disponíveis para quem chega, nem que seja para pedir que aguardem. Por outro lado, olha que legal o quarto da vitrine! Postei a foto de alguns dos papéis que eu mais gostei. DSC00726 DSC00731 2013-08-17 15.17.58 2013-08-17 15.18.21 2013-08-17 15.18.43 2013-08-17 15.19.12

  • Intervenções nas fachadas

Nem sei se todas as fotografias que eu tirei das fachadas que mais gostei foram feitas para o design weekend, mas estavam tão legais que acho interessante mostrar aqui. Adorei esse relógio gigantão na lateral da loja. Você vai caminhando e se depara com isso, do jeito que as pessoas andam correndo em São Paulo…ah, falando em correria, esse é outro ponto do motivo de eu achar as fachadas tão legais, já que as pessoas estão sempre correndo e quase nunca tem tempo de entrar em uma loja só para olhar, fachada é uma forma de chamar a atenção e principalmente, de embelezar o caminho das pessoas. Adorei a fachada da uniflex (*_*), mas morri de paixão pela vitrine da Regatta! Eu fiquei parada em frente durante uns cinco minutos lendo e observando a historinha que eles queriam contar com os bonequinhos de madeira (aqueles que todo designer ama). Com a fachada da Taka eu ri (não de um jeito maldoso, certo?). Mas estar andando em uma rua tão chique e de repente ver as pernas saindo para fora da parede (hehe) é divertido! 2013-08-17 13.55.07 DSC00663 DSC00664 DSC00665  2013-08-17 15.30.34 Abaixo segue o poema escrito na vitrine da Regatta: “ Se num vacilo seu olhar tomba sei que é convite tímido pras suas fantasias espírito em fosso na eminêcia do adoramor em que nosso suave combate boca-a-boca é capaz de botar cor encho tua boca com doces rios selvagens confinados nas carcaças dos frutos proibidos que só em minha floresta __________” Francisco Ferraz *a última palavra ficou apagada na foto  e não encontrei na internet Sei que haviam mais intervenções na rua, mas o sapato apertou de mais e resolvi encerrar minha caminhada. O que você achou? Foi lá e quer complementar minha visão, comenta aí!! Beijo e até amanhã (último dia de DW!). Thyeme Figueiredo

Design weekend São Paulo 2013 – Último dia

Uncategorized

Oi gente!

Bem, chegamos ao nosso último dia de design weekend. Essa noite o resumo não será só do dia, mas do evento inteiro e amanhã publico a colaboração de vocês!

Programação design weekend dia 18

Hoje é o último dia, então selecionei um evento principal para a manhã e um para a tarde. Com o tempo livre eu vou passar por onde não consegui durante os outros dias. Além disso, quero um tempo a mais para conhecer o museu da casa brasileira, onde vai ter a “conversa” com o Tom Price. Pois é, morei praticamente dois anos em São Paulo e nunca fui ao museu da casa brasileira ( e eu trabalhava quase ao lado!), estou envergonhada. Bom, achei a ideia do IED de fazer uma feira do livro voltado para arte, design e arquitetura muito legal, daí vi que vão acontecer várias oficinas e resolvi me inscrever para uma de ilustração avançada. Também quero passar um tempinho lá olhando os livros (que vão estar com no mínimo 40% de desconto segundo o site). Preciso ter a noite livre porque vou escrever o post e embarco às 22:00, então àss 21:00 já preciso ter saído do hotel há muito tempo.
Ansiosos pra hoje? Espero que sim. Hashtags: #oddesigner e #designweekendsp
Valeu gente! Até mais tarde.
Thyeme Figueiredo

Design weekend São Paulo 2013 – Terceiro dia

Uncategorized

Chegamos ao terceiro dia de design weekend. Vocês estão gostando? O post de ontem está aqui (clique).

Programação design weekend dia 17
Hoje eu resolvi reformular completamente a programação, que era a da imagem acima (deixei os links pra quem quiser ir!). Como nos últimos dois dias as coisas não saíram do jeito que eu esperava, acho que hoje é melhor fazer tudo com bastante calma e sair mais livre. A paralela gift eu já visitei e acabei desfocando das palestras (O MOB me supriu!), então não estou querendo passar lá novamente. A Gabriel continua nos planos, mas não sei exatamente em quais lojas quero ir. Surpresa?
De noite, como vocês já sabem, conto tudo em detalhes!
Só pra não perder o costume, lembrem de usar as tags:
#oddesigner | #designweekendsp
Até mais!
Thyeme Figueiredo

Segundo dia de design weekend 2013

Uncategorized

Tudo bom com vocês? Comigo não muito. Hoje consegui me atrapalhar por inteiro na parte da tarde e isso acabou me extressando. Mas acho que é normal quando se está fazendo tudo sozinho, não é? Pela manhã, como prometido, eu fui para os eventos da Vila Madalena. Não consegui ver nem a metade das coisas que eu pretendia e até agora estou achando incrível como o tempo correu rápido! Já cheguei na minha primeira parada morrendo, na verdade. Fui de metrô e depois caminhei até a rua girassol. Péssima ideia, gente. O caminho é cheio de sobe e desce e eu não estava de tênis, junte isso ao frio e o resultado foi uma Thyeme cansada com pouco. Sedentarismo, talvez?! O que importa é que eu insisti e cheguei até onde eu queria. Vi um monte de coisas bonitas e legais!

  • Paula Boldarim

2013-08-16 11.40.33 2013-08-16 11.41.05 2013-08-16 11.41.45 2013-08-16 11.44.24 2013-08-16 12.16.56 2013-08-16 12.19.08 A loja inaugurou ontem e está linda gente! Fiquei sabendo que vai rolar coquetel por lá durante todos os dias de design weekend (um belo incentivo pra quem está acompanhando os eventos passar por lá!), mas acho que o maior incentivo ainda é saber que vocês vão ver coisas legais. O trabalho dela (da Paula) é com madeira de demolição. Achei as coisas que ela me mostrou bem sustentáveis. Só para vocês terem uma ideia, a porta da loja era lixo e ela restaurou e transformou no que vocês estão vendo na foto (e admito que a foto não está fiel a realidade, muito mais bonito pessoalmente). Eu amei o painel colocado sobre a lareira, foi feito com sobras de madeira e tudo deixado exatamente como estava. Quando vi a cadeira medalhão nesse tom de pink, acabei lembrando de algumas leitoras aqui do blog…

  • Estudio Manus

2013-08-16 12.29.12 2013-08-16 12.30.32 2013-08-16 12.35.38 A primeira coisa que eu namorei lá foi esse arranjo com bulbos presos em um pedaço de madeira com flores. Quer ideia mais simples e criativa? Eu fui lá bem curiosa pra ver as peças inspiradas nos flamingos e adorei o “pote” que fechado parece um ovo, é tão delicadinho *-*. A mesinha com pés de flamingo também é uma graça!

  • Bododo – O quarto infantil de 0 a 15 anos

 2013-08-16 12.41.34 2013-08-16 12.47.54 2013-08-16 12.55.33 2013-08-16 12.56.20 2013-08-16 13.05.39 Quem ministrou o workshop foi a Simone, dona da loja e criadora das peças. Gente, ela entende muito de quartos e se disponibilizou a conversar comigo mesmo após o workshop ter acabado (pois é, cheguei no final porque me perdi e fui procurar a loja lá pelo número 2000, sendo que a loja fica no número 231!). Os móveis dessa loja são muito legais e tem bem o conceito que eu tenho comentado aqui no blog! Achei eles ideais para ambientes pequenos. É uma poltrona de amamentar que o assento vira um colchonete, daí a base vira uma mesa com tampo de lousa para riscar e ainda vira para mais um lado e vira uma escrivaninha. Outra mesa com pés trocáveis, para quando a criança crescer…ah, amei a cômoda para trocar o bebê! Primeiro que o trocador fica fechado parecendo um nicho, e é aberto facilmente PARA FRENTE! Os produtos para a higiene são guardados dentro do tampo, é um buraco que você nem nota porque não tem puxador e para abrir, basta apertar! O mesmo acontece com as gavetas. Gostei de ver as roupinhas de bebê “guardadas” em uma espécie de cavalete que virou arara de roupa! Saindo da Vila Madalena, eu fui almoçar e segui para o parque Ibirapuera. Andei, andei e andei. Andei muito! Quando finalmente cheguei a palestra que eu queria ver já tinha acabado há muito tempo e meus pés estavam estragados! O dia que não estava mais tão frio voltou a esfriar e eu quase congelei. Voltei o mesmo caminho usando só as meias e com o sapato na mão (se você estava por lá e viu uma louca assim, era eu). Eu tentei ver a exposição da Bienal, mas três pessoas diferentes, em momentos diferentes me mandaram para lugar nenhum e acabei desistindo. Desculpem. Juro que eu tentei. Amanhã não sei se vou garantir ir para onde eu havia programado, mas vamos esperar que sim! Vocês estão gostando? Comentem aí, do jeito que as coisas estão ficando difíceis por aqui, sem saber se vocês estão curtindo sou capaz de largar tudo e correr pra minha casa quentinha! (brincadeira, vou ficar até o fim!) Beijos e até amanhã! Thyeme Figueiredo

Design weekend São Paulo 2013 – Segundo dia

Uncategorized
Já viram o post de ontem a noite sobre os eventos que eu presenciei nesse primeiro dia de design weekend? 

E, para hoje temos:

Programação design weekend dia 16
Hoje é o dia para visitar as intervenções da Vila Madalena. Isso porque lá pelas 11 horas da manhã vou para o workshop sobre “o quarto infantil”. Nem preciso explicar, né?!
Fiquei sabendo pelo instagram de um debate sobre o design brasileiro promovido pela revista wish casa, que terá como participante o arquiteto e designer Guto Requena, entre outros. Não encontrei esse evento no programa oficial do design weekend, mas como é sobre design, eu vou. Aí eu aproveito que vou estar no parque Ibirapuera e passo na Bienal para as exposições. Pela noite eu ia para a Eusébio Matoso assistir a palestra sobre design de produto na TokStok com Alexandre Hechcovitch e Brunno Jahara, mas descobri que a palestra foi trocada para ontem e acabei perdendo…
Mais tarde, quando eu chegar QUE-BRA-DA, conto pra vocês em um post como foi! Tá vendo porque eu preciso da colaboração de vocês? Lembrem de usar as tags:
#oddesigner | #designweekendsp

Até mais tarde!
Thyeme Figueiredo