Browsing Category

Cores

coral-decoracao-de-interiores

Cor coral na decoração

Cores
poltrona-lua-design-moderno
Poltrona lua, com design moderno
almofada-cor-coral

Siga o Opinião da designer no Bloglovin!

Talvez eu esteja um pouco atrasada em destacar a cor coral na decoração no post de hoje, já que essa foi a cor Pantone do ano de 2019 – não atoa chamada de living coral. Mas estive pesquisando várias referências durante a semana passada, e a cor coral estava presente em praticamente tudo o que eu vi e ela não saiu mais da minha cabeça (sem falar que o azul clássico eleito para esse ano é um tom tão frio). Então eu encontrei essa maravilhosa (e esgotada!) almofada da Garmentory e fiz essa combinação com a Poltrona lua, da meu móvel de madeira.

Posts relacionados: Colagem com travesseiro em tom coral | Quirk hotel

Onde usar cores fortes

Cor coral fica linda tanto na pintura de paredes e móveis quanto pontuada apenas em alguns objetos. Para quem enjoa mais fácil da decoração, é uma boa usar cores mais fortes como essa em coisas fáceis de trocar, como capas de almofadas, roupa de cama, pôsteres. Ou utilizar cores fortes em proporção pequena, como por exemplo, em uma pintura em tela exposta na parede ou vasos, base de abajur…opção é o que não falta.

Já quem não enjoa com facilidade ou pode redecorar quando quiser, vale a pena investir nessa cor e até fazer combinações mais ousadas com outros tons de rosa ou com outras cores fortes. Em posts futuros trarei projetos de referência e inspiração para exemplificar como essas combinações funcionam na prática.

Obs: esse post contém link de afiliado, ou seja, se você efetuar uma compra do produto indicado, eu ganho uma pequena comissão de divulgação. As opiniões e informações em todo o post permanecem sinceras e autênticas.

Se quiser, pode deixar uma sugestão de post/dúvida na área de comentários! Beijos e até o próximo! T

azul-e-rosa

Azul para meninos e rosa para meninas

Algumas notas sobre Cores

Já são dez anos (10 anos!) da minha vida estudando e pesquisando sobre cores. Minha pesquisa a princípio era focada no uso das cores dentro do design de interiores e não demorou muito pra eu descobrir que as regras sobre as cores estão aí para serem utilizadas…e quebradas também. Eu passei pela fase de “sofá azul não pode, é cafona, é brega” até a fase de “que sofá azul lindo! Vou comprar”. E eu ainda fico muito chocada de lembrar que a proibição de usar sofá azul veio de um dos meus professores, porque depois de tanto ler e pesquisar, a gente acaba se dando conta de que praticamente tudo é muito relativo, principalmente quando se trata de escolher cores.

Um dos questionamentos que eu me fiz quando fui escrever o primeiro post sobre quartos de bebê aqui no blog foi: por que as pessoas sempre pintam os quartos com azul para os meninos e rosa para as meninas? E bastou uma pesquisa rápida no google, comparando diferentes links, pra descobrir (assim, já dando a resposta de forma superficial) que tudo se tratou de uma campanha de marketing (mas calma, que tem História por trás disso). No post The history of pink for girls, blue for boys (em inglês), é possível ter uma noção geral de como essa imposição social surgiu e começa questionando que “em fotos de bebês do final do século XIX, os meninos e meninas usam vestidos brancos com babados – então, como os macacões rosa com “Princesa” estampado atrás se infiltram nos guarda-roupas das garotas?”. E você sabia que a regra já foi Azul para MENINAS e rosa para MENINOS?:

“O artigo do Ladies ‘Home Journal em junho de 1918 dizia: “A regra geralmente aceita é rosa para os meninos, e azul para as meninas. A razão é que o rosa, sendo uma cor mais decidida e forte, é mais adequado para o garoto, enquanto azul , que é mais delicada e doce, é mais bonita para a menina “. Outras fontes disseram que o azul era lisonjeiro para as loiras, cor-de-rosa para as morenas; ou azul era para bebês de olhos azuis, rosa para bebês de olhos castanhos.”

Já “em 1927, a revista Time publicou uma tabela mostrando as cores adequadas ao sexo para meninas e meninos de acordo com as principais lojas dos EUA.” Em meados de 1940 a regra era azul para meninos e rosa para as meninas porque assim os fabricantes de roupas decidiram optar. Roupas de bebê unissex, ou seja, com cores neutras, entraram na moda de novo nos anos 60 e 70 devido ao movimento de libertação feminina, mas em meados dos anos 80 a regra do azul e rosa voltou em decorrência do desenvolvimento de testes pré-natais, onde novamente há o objetivo de aumentar vendas definindo a cor para cada gênero. (Informações de acordo com a historiadora da Universidade de Maryland Jo B. Paoletti, autora de “Pink and Blue: Telling the Girls From the Boys in America”.)

Isso me fez lembrar de quando me foi dada a liberdade de escolher a cor das paredes do meu quarto, lá pelos meus 15 anos. Por nada no mundo eu queria cor rosa por achar que a cor rosa era símbolo de “mulherzinha”, que não me representava nem um pouco porque eu queria ser uma menina meio rockeira, forte, rebelde…mal eu sabia que “mulherzinha a gente fala quando alguém é incrível” (oi, Lara!). O que eu quero dizer é que esse simbolismo sobre essas cores é apenas uma imposição, não uma regra absoluta, até porque vimos que já foi uma regra diferente em outras épocas. Essas “regras” mudam constantemente mas elas afetam a nossa vida e eu acredito que é preciso ter muito cuidado com o que a gente adere como estilo de vida, especialmente quando não temos conhecimento da origem de tais costumes.

lara-mulherzinha

Fala da Lara, personagem de “Irmão do Jorel” no episódio 25 da 1ª temporada

Outro post interessante sobre esse assunto do jornal El País: Por que rosa é de menina e azul é de menino? E para quem quiser se aprofundar mais no estudo sobre cores eu indico o livro “A psicologia das cores: como as cores afetam a emoção e a razão“, da autora Eva Heller.

Beijos e até o próximo!

Refrescando com tons de azul

Cores

Projeto: molly frey design

A paleta de cores desse projeto varia em tons claros de azul, branco, cinza e verde. Gosto muito de como a mistura dessas cores deixa o espaço com uma aparência mais refrescante. A sensação é de que se você abrir a janela de qualquer um dos quartos, vai encontrar uma praia e um dia ensolarado (mas com aquele vento gelado, sabe?!). Poder trazer essas sensações naturais para o design de interiores é uma coisa incrível porque mais do que ter um espaço com uma boa aparência, algumas pessoas necessitam disso como auxílio em tratamentos de doenças emocionais. Abaixo separei mais dois quartos com tons de azul claro para você se inspirar e observar melhor como a distribuição de cores acontece:

decoracao-quarto-azulProjeto do blog centsational girl, o quarto acima usou os tons de azul na pintura da parede, na capa das almofadas e duvet e em detalhes como algumas caixas que enfeitam a estante.

decor-quarto-azulEntre o branco e o marrom claro da madeira, os tons de azul aparecem na estampa das almofadas, na poltrona, na cortina e até no pequeno rádio ao lado da cama. O quarto faz parte do St Winifreds Residential Care Home, que além de ser um asilo também trata de idosos com diagnóstico de demência.

Para ver outros posts sobre cores clique AQUI.

Um beijo e até mais!

paleta-de-cores

Criar paleta de cores

Cores

paleta-de-cores

Recentemente eu notei uma coisa interessante sobre analisar combinação de cores através dessas paletas: elas ficam na mente! Na verdade, a nossa mente absorve tudo o que a gente vê e, de alguma forma, mesmo aquelas coisas que a gente esquece TOTALMENTE, continuam lá e surgem em momentos inesperados como se fossem ideias nossas. Pessoalmente, descobri que criar paleta de cores é uma maneira perfeita para o meu cérebro agrupar as cores. Como eu sei disso? Percebi que as cores que eu estava usando em vários projetos – e que eu achava serem puro fruto do meu bom gosto haha – na realidade estavam seguindo o mesmo padrão de paletas que eu repinei no pinterest e que eu criei, até mesmo algumas em que eu só dei uma “olhadinha”. Você já teve alguma experiência assim?

Beijos e até o próximo!

paleta-de-cores-decoracao

Paleta de cores Amora

Cores

paleta-de-cores-decor

Essa foto – além de me deixar com vontade de comer amoras – me chamou a atenção para a combinação das cores roxo, rosa e lilás. Lembrei de um quarto que comentei em um outro post e de como essas cores juntas deixam o espaço com um clima mais alegre. Mas se você tiver medo de que fique exagerado, pode experimentar essa paleta apenas em detalhes como quadros, nichos, almofadas e assim por diante. O que acha da ideia?

This picture – besides making me feel like eating blueberries – called my attention to the purple, pink and lilac combination. I remembered a bedroom that I commented in another post and how this colors together let the room with a joyous mood. But if you are afraid that it becomes exaggerated you can try use this palette just in some details like paintings, niches, pillows and so on. What do you think?

Beijos! xx

cor-pantone

Marsala cor Pantone

Cores Quartos

cor-marsala

Eu não costumo seguir nenhum tipo de tendência apenas porque é tendência. Se tem algo que todo mundo está usando ou fazendo e eu acho que ficaria bom em mim ou que seria legal na minha vida, então tudo bem. Mas do contrário, nada feito. Também aplico isso ao design de interiores e é por esse motivo que sempre fui um pouco desconfiada com esses anúncios de “a cor do ano” e etc.
Porém, há alguns dias eu recebi uma edição da revista habitat que tem uma entrevista muito interessante com Blanca Liane (distribuidora oficial da Pantone no Brasil) falando sobre o processo de pesquisa da Pantone com as cores, e confesso que eu não tinha ideia das coisas que eles levam em consideração na hora de eleger uma cor específica. “Além de especialistas em que o design é importante, eventos políticos, sociais e econômicos também são analisados”. As cores tem poder sobre os nossos sentidos, além de todo o lado simbólico…
Então eu criei essa colagem e usei na parede um tom parecido com o Marsala, a cor de 2015 – esse marrom avermelhado que dá vontade de comer ♥. É um tom sofisticado, que pode parecer mais sério ou mais fofinho dependendo de com quais outras cores você irá combiná-lo. Acho que pode ser bastante explorado.

PANTONE 18-1438 Marsala
revista-habitat.png

Até o próximo!

Tons de verde

Cores

paleta-de-cores

Hey! Tudo bem por aí?
Para o post de hoje, reservei essa paleta inspirada nessa paisagem incrível! Verde é uma das cores que mais tem variações de tom. A gente vê a prova disso na natureza e até na caixa de lápis de cor de 48 cores da Fabber castell (haha). O problema é que quanto mais opções disponíveis, mais difícil parece fazer uma escolha, não é?
Quando estou com muita dúvida sobre qual tom escolher, o meu ~segredo~ é definir primeiro as outras cores, daí fica mais fácil saber, por exemplo,  se o tom de “verde vômito” (você já ouviu essa expressão?) vai ficar realmente feio com a combinação…eu sou a favor de testar até as tons mais bizarros, porque o resultado final é sempre muito relativo e o que não ficou bom ali, pode ficar incrível aqui. O erro é não tentar.
Beijos!
Thyeme Figueiredo

Cor e harmonia

Cores

quarto-feminino

Spring-Break-510x652
Comprar esse tapete

arte

If you asked me, I would say that every little dose of color in this space was perfectly calculated. I think the secret is that the base colors (wall, bedspread, pillows) are pastel – white, light blue, light pink, light gray… the strongest tones appear in the art pictures, in the table lamp, in the plant, and in this wonderful rug from Urban Road! I am in love with the puffs used as a side table. How do you feel looking at this space? I feel joy : )

Se você me perguntasse, eu diria que cada pequena dose de cor nesse espaço foi perfeitamente calculada. Acho que o segredo é que as cores base (parede, colcha de cama, travesseiros) estão em tom pastel – branco, azul claro, rosa claro, cinza claro… os tons mais fortes aparecem nos quadros, no abajur, na planta, e nesse tapete maravilhoso da Urban Road! Sou apaixonada pelos pufes usados como mesinha lateral (encontrei parecido no Casa de Valentina ó).
Como você se sente olhando para esse ambiente? Eu sinto alegria : )
FOLLOW
Thyeme Figueiredo

Cores dos pássaros

Cores
paleta-cores-pavao
Em Belém, na estação das docas, aconteceu uma exposição sobre aves. Eu devia ter uns 8 anos, mas tudo no local foi tão bem produzido que eu ainda lembro do som dos pássaros sendo reproduzido no ambiente inteiro. Nessa época eu já tinha uma história sensível/dramática com os pássaros por ter lido a crônica do pintassilgo, então fiquei completamente encantada e cheguei em casa colando na parede do meu quarto todos os folders distribuídos na exposição…
Quase todas os tipos de pássaros tem cores tão bonitas se você parar para observar! Dá vontade de fazer paleta de cores sempre que vejo uma foto deles. Mas dessa vez o escolhido foi o pavão, em uma estampa macro do Studio Four NYC. Achei legal a ideia de usar marrom, azul escuro e branco gelo no design de interiores. Você consegue imaginar como poderia ficar? Ainda não tive tempo de criar uma colagem no polyvore usando essa combinação, mas assim que tiver posto aqui. Enquanto isso se quiser me contar o que achou em um comentário, fique à vontade! Vou adorar saber.
Um beijo!
Thyeme Figueiredo

Branco e verde e marrom

Cores

simple-palette

Branco, verde e marrom não é em si uma combinação que eu gostaria de usar, se me pedissem. Mas depois de ver essa foto, é uma combinação anotada e grifada na minha wishlist de cores para projetos! Gostei da composição inteira da foto, na verdade. Quem ia dizer que o violão que as pessoas geralmente nem sabem direito onde guardar pudesse virar enfeite? Enfeite simplesmente por estar guardado, só porque é bonito mesmo e nos conta que o dono do quarto se interessa por música…e por si só deu charme à parede branca. Quem fez, ainda achou que faltava algo e acrescentou um quadro com paspatur acima do violão, em um tom de verde bem claro. Music makes the world better e as cores também. Melhor.
FLICKR ♫♥♪ FACEBOOK
Um beijo,