Browsing Tag

layout

colagem-thyeme-polaroid

New blog layout

Diário

A felicidade de estar com um layout novo aqui no blog é ENORME. Decidi compartilhar algumas imagens de alguns layouts que já usei aqui porque gosto muito de relembrar como as coisas se transformam e já são quase 6 anos compartilhando histórias nesse cantinho da internet.

blog-opiniao-da-designer-layout-antigo

A primeira logo que eu criei para o blog era uma casinha de bolinhas verde

blog-opiniao-da-designer-layout-antigo

E esse layout? Eu estava bem perdida no design gráfico hahaha

Awn, esse é o que mais se aproxima do último layout, que eu usei por um bom tempo...

Awn, esse é o que mais se aproxima do último layout, que eu usei por um bom tempo…

A história do blog

Eu lembro como se fosse ontem o dia em que eu resolvi criar um blog para ser complemento do meu trabalho de design de interiores. Isso foi em Junho de 2012 e eu estava morando sozinha em São Paulo, criando coragem para pedir demissão do escritório de arquitetura em que eu trabalhava. Nem acredito em quanta coisa na minha vida (e aqui) mudou desde então. Sempre gostei de internet e criei um blog no exato momento em que descobri que isso existia, em uma época em que eu precisava ir até uma lan house para conseguir escrever posts. O primeiro layout legal que eu tive foi em 2006 e era para um blog bem estilo diário, onde basicamente só os meus amigos entravam para ler sobre bobagens da minha vida e conversar comigo através dos comentários (que saudade disso!). Um amigo da escola que sabia mexer em código html me cobrou R$10,00 (hahaha) para fazer algumas modificações, como deixar o ponteiro do mouse com o efeito de uma vela de aniversário que lembra fogos de artifício…e eu adorava tanto isso.

Mais ou menos nesse período eu comecei a sentir um pouco de vergonha de ter um blog por causa do que alguns amigos pensavam sobre isso. Eu ouvia comentários do tipo “ai ai Thyeme só você mesmo” e começava a me sentir muito boba. Além do mais, nenhum dos meus amigos tinha blog ou demonstrava interesse em ter um, então eu acabava me sentindo um pouco anormal.  Abandonei.

Voltei a escrever. Abandonei novamente.

opiniao-da-designer-layout

Ainda gosto desse layout e até tentei manter o novo parecido, mudando só as coisas que eu acredito que vão ficar mais interessantes e legais para se ver em um blog

E aqui estou em Maio de 2018, descobrindo que as mesmas questões que me causaram vergonha tantos anos atrás ainda me afligem. A diferença é que agora eu tenho noção de que todas as coisas “idiotas” que eu gostava ou que eu já fiz foram fundamentais na construção da pessoa que eu sou agora. E não adianta me importar tanto com o que outras pessoas pensam sobre mim se eu acreditar no que eu estou fazendo (mesmo que no futuro eu pense que tenha sido algo idiota). Essa insegurança é que é idiota.

Eu sinto que as coisas andam muito corridas e muito superficiais e, ao mesmo tempo, me estressa essa exigência de ser ~uma pessoa profunda~. Então depois de muita reflexão, eu decidi que preciso começar a fazer as coisas do jeito que eu quero, do jeito que eu acredito, sem sofrimento por estar errando aqui e ali. Por isso mudei o layout e estou investindo nas minhas novas ideias, afinal, aqui é o espaço onde eu mais tenho me expressado ao longo dos anos.

Foto principal: trecho da música “cornerstone” do Arctic Monkeys.

decoracao-de-quarto

Decoração de quarto com estilo antigo

Quartos

decoracao-de-quarto

layout

decoracao-de-quartodecoracao-de-quarto

Se você acompanha o opinião da designer desde 2014, provavelmente vai olhar as imagens acima e ter a impressão que já viu esse quarto. E está certo! Esse desenho em 3D surgiu de uma colagem que criei e usei para ilustrar um post com dicas para economizar na decoração. Há alguns dias eu pedi ajuda lá no instagram para escolher uma colagem a ser desenhada em perspectiva e essa era uma das opções.

Quando criei o conceito de decoração desse ambiente, minha ideia era definir um estilo usando o mínimo possível. Com a cama de madeira + papel de parede de fotografias e recortes + objetos colocados na prateleira eu consegui um quarto com estilo antigo. A paleta de cores é neutra, com alguns toque de laranjado e azul e isso também contribui para o resultado visual pretendido. Reproduzindo essa colagem em um desenho 3D, eu escolhi uma planta baixa de tamanho médio (que acredito ser o tamanho do quarto da maioria dos leitores aqui do blog), onde não cabe muita coisa, mas precisava caber o suficiente para um casal dormir e guardar suas coisas. Coloquei um armário de roupas com porta espelhada e uma escrivaninha pequena com um puff – útil para guardar as coisas menores e para usar um notebook, por exemplo.

Já fiz uma colagem + desenho 3D em outra ocasião aqui e o objetivo é que vocês consigam visualizar o que eu imagino quando crio as colagens (porque elas imitam uma perspectiva, mas na verdade são desenhos chapados). Pretendo fazer isso pelo menos uma vez por mês, sempre variando a planta baixa. Será uma boa ideia?

Espero que tenha(m) gostado!

Um beijo e até mais!

decoracao-de-quarto

Mid-Century Modern

Quartos

Projeto: Analog dialog

Falando em Mid-Century Modern, temos esse outro quarto seguindo o mesmo estilo. O layout favorece a circulação pelo ambiente com espaços consideráveis entre um móvel e outro, sem deixar a sensação visual de que está faltando alguma coisa (as várias telas abstratas espalhadas por todas as paredes são grandes responsáveis por isso). O quarto tem uma configuração simétrica – se repararmos no combo mesas laterais + abajures iguais e nas duas poltronas ao lado do aparador – e uma configuração assimétrica observando as paredes laterais à cama. A presença de madeira e design modernista no mobiliário define a aparência mais retrô e as telas que decoram as paredes definem o lado colorido e alegre da ambientação. Imagino como ficaria se trocássemos a cor da roupa de cama e o tapete felpudo e pequeno por outro liso e maior…

Obs: e não podemos esquecer da estrela dessa fotografia relaxando confortavelmente na cama hehe

Beijos!

NICHO EMBUTIDO NO QUARTO

Colagem
nicho-embutido-colagem COLAGEM ↑

Esse é mais um post com uma colagem criada por mim através do polyvore, só que dessa vez também criei algumas cenas no sketchup em 3D para facilitar a visualização da ideia!

Já falei anteriormente que o polyvore é uma ótima (e simples) ferramenta para explorar conceitos, testar cores e etc. Uso sempre, não só como hobbie, não só aqui para o blog, mas como base inicial para os meus projetos profissionais. O passo seguinte é o autocad e o sketchup (ainda não aprendi a mexer no Revit :/). Então decidi avançar um pouco esse post e mostrar para você leitor como é que eu enxergo as colagens na minha mente de designer de interiores.

DESENHO EM 3D ↓nicho-embutido-no-quarto


nicho-embutido-no-quarto
nicho-embutido-no-quarto-layout

Esse quarto tem 2,30 x 4,00 metros. O armário é bem comprido (tem 2,00 metros) e a mesa tem 1,40 de comprimento por 0,50 de profundidade. A ideia principal nessa colagem/projeto são os nichos embutidos fazendo parte da cabeceira da cama (que é uma cama de solteiro grande). Para que o nicho ficasse embutido com uma boa profundidade (30 cm) achei melhor “puxar” a parede ao lado dos nichos mais para frente ao invés de fazer o buraco na parede já existente. É possível fazer isso com dry wall (uma espécie de gesso que é bem prático para esse tipo de coisa).

Fiz os nichos usando MDF com laca de alto brilho, mas poderiam ser feitos simplesmente com o dry wall. Ao lado, coloquei uma cabeceira de palha. Para enfeitar, usei uma fotografia sem moldura e um pôster menor com moldura. Se você gosta de fotografar, é uma ideia legal imprimir uma das suas fotos em papel couchê ou adesivo (baratinho em uma gráfica) e usá-la para decorar assim como no exemplo desse post. Nada contra se você quiser uma foto em que você apareça, em tamanho gigante e tal (só que esse tipo de coisa já está um pouco ultrapassado, sinceramente, não é tão legal).

Almofadas usadas na colagem:
Todas essas almofadas tem detalhes muito legais. Adorei a ideia da almofada com cinto (!) e a almofada “boo!” bordada. Ah, a almofada branca com o traço preto está esgotada na loja (mas essa é bem facinho de copiar em estilo DIY não é?)

Obrigada pela visita, se gostou desse estilo de post não esquece de compartilhar e comentar o que achou!
Um beijo,

Thyeme Figueiredo

Opinião da designer: Cama entre as janelas

Quartos

decoração-do-quarto

decoração-do-quarto (fonte: delikatissen)

Parede, teto e janelas completamente brancos. Nesse quarto, acima de tudo eu amei os pequenos detalhes: Ausência de cortinas e vista bonita para o jardim, quadros no formato A5 entre as duas janelas, plantas colorindo o espaço…Adorei a cama com cabeceira baixa (que parece simplesmente um pedaço de MDF encostado entre a cama e a parede) no centro, entre as duas janelas! Ficou diferente. A cama recebe bastante tecido, o que passa a sensação de conforto e “preenche” mais o campo visual do quarto, que é bem simples. As luminárias de leitura em estilo industrial estão na minha lista de desejos! O que vocês mais gostaram?
Até o próximo!
Thyeme Figueiredo

O layout do blog

Uncategorized
O opinião da designer já mudou de layout várias vezes desde que foi criado e acho importante comentar as mudanças para que os visitantes que sempre vem aqui (talvez você que está lendo agora) não se sintam perdidos.

Eu, Thyeme, é quem organiza tudo por aqui – desde o design do layout até a “programação” (é claro, lendo milhões de tutoriais na internet!). Se eu pagasse alguém para fazer fazer isso, tenho certeza de que tudo ficaria muito melhor e eu até já tenho duas profissionais incríveis em mente, mas por questões de grana por enquanto é preciso que eu mesma me vire nos 30.
Daí que eu sempre acabo bagunçando um pouco, sabe, acrescentando gadgets onde não devia, misturando fontes, cores… quando me dou conta já estou ficando estressada sempre que abro o meu próprio blog por conta de poluição visual. Odeio ver muita coisa no mesmo lugar, apenas odeio! É nessa hora que eu faço uma espécie de faxina por aqui, retiro e modifico tudo o que acho que está feio ou em excesso. Eu não sou muito fã de grandes mudanças, mas às vezes elas são necessárias e melhoram a nossa vida e é assim que as coisas funcionam por aqui:
A grande mudança dessa vez foi que eu deixei a barra de menu preta (ao invés de branca). O opinião da designer é uma extensão de quem EU sou e das coisas que eu gosto, então não é legal entrar aqui e não me identificar com algo que é meu. Tudo claro, muito fofo… não tem mais tão a ver comigo. Além do mais, acho que o preto ajudou a valorizar as imagens de dentro dos posts e a focar no nome do blog, logo que a página abre e é exatamente isso o que eu queria.
A barra de menu já está fixa há alguns meses e acho que é extremamente útil porque dá pra mudar de uma categoria para outra rapidamente, sem precisar subir a página. Tudo bem que o “up” corre a página para o topo, mas é melhor ter tudo “na palma das mãos”. Ou estou errada?
O rodapé continua igual e ainda pretendo ajeitar algumas nele, mas por enquanto ele só apresenta a caixa de curtir do facebook, um anúncio, as postagens mais vistas da semana e o número de visitantes online no momento. E já que você chegou até o fim desse post, que tal me contar o que achou disso tudo? Pode deixar um comentário ou marcar algumas estrelas aqui ó.
Um beijo! :*
Thyeme Figueiredo

10 passos para colocar em prática sua ideia de decoração- Parte I

Uncategorized

5 passos para colocar em prtica sua ideia de decorao

Estava pensando em um post da semana passada (“decoração bonita gastando pouco”) e resolvi fazer este post, partindo da ideia de que algumas coisas do post anterior podem não ter ficado tão claras para vocês quanto  para mim ou para outros designers.

Para quem não é formado nessa área, geralmente o trabalho parece muito fácil e simples…até que você comece a tentar fazer. E aí começam a surgir as dúvidas e você fica sem entender o motivo de sua ideia- que era tão simples- não ter ficado igual a como estava na sua cabeça.
Listei os 5 primeiros passos que você precisa dar para que a sua ideia saia do papel. Vamos lá?

  1. Faça uma seleção de tudo o que você tem no quarto como se fosse apenas arrumar. Analise os móveis, objetos de decoração, cortinas e tapetes. Se você tem dinheiro e quer trocar tudo, bom para você. Mas se o seu objetivo é gastar menos ( e quase sempre é), reflita se aquele seu móvel tão velho e acabado poderia passar por uma reforma ou ganhar outra função. Se os móveis estão novos, descubra a harmonia de estilo entre eles. Não tem nenhuma? Pensa bem, que às vezes a mistura de estilo surpreende hein! Sabe aquele vaso de flores que você odeia, mas foi presente? Doe, esconda, arrume uma nova função para ele… mas não tenha pena de se livrar de coisas que você não gosta, não quer ou não usa. A famosa frase de Mies Van der Rohe “Menos é mais” se aplica muito bem aqui. Defina o que fica e o que vai embora.
  2. Já tem uma ideia do que você quer? Se não tem, trate de arrumar uma. Até mesmo se resolver contratar um designer de interiores para fazer tudo, precisará saber o que você quer. Você pode começar olhando algumas revistas de decoração e marcando os quartos que você mais gostar. Procure também os estilos de decoração que tem mais a ver com você ( clique). Sabe aquela posição que a sua amiga ajeitou a cama dela e você A-DO-ROU? Pois é. Faça isso pensando sempre no espaço que você tem, tentando imaginar como ficaria e se você iria realmente gostar na prática.
  3. Agora que você já tem uma ideia, é preciso verificar se ela se encaixa com as coisas que você já tem ou virse-versa. Agora você vai desenhar o seu layout. Creio que essa seja a primeira parte dificultosa para uma pessoa sem muito conhecimento em arquitetura e design. Você precisa ter todas as medidas do seu espaço, bem como anotar os pontos de interruptores e tomadas. Você precisará de uma trena ( procure em lojas de materiais de construção). Se quiser definir o layout a mão, você vai precisar também de um escalímetro (clique!). Mas se prefere fazer tudo pelo computador, então só a trena basta ( e conhecimento em autocad ou sketchup). Depois de anotadas todas as medidas reais do espaço, desenhe tudo em escala, se uma parede tem 3 metros de comprimento, por exemplo, e você vai desenhá-la em escala de 1/100, no papel sua parede terá um traço equivalente a 3 centímetros ( mas obviamente você vai desenhar em escala maior). Faça o mesmo com o mobiliário existente, meça e desenhe em escala em um outro papel. Em seguida recorte todos os móveis desenhados.
  4. Agora você irá distribuir os móveis no espaço. E para isso, eu aconselho que você pesquise aqui “acerte na posição dos móveis” e aqui “Em casa proporção é tudo”. É muito importante saber as medidas mínimas de circulação para que você não fique se batendo no pé da cama a cada vez que precisar ir fechar a janela, por exemplo… ajeite os bloquinhos sempre tentando vizualizar o ambiente na realidade, enxergue o seu dia-a-dia dentro dele. Misture os blocos quantas vezes quiser, vá fotografando cada layout que montar e depois escolha os que mais gostar. Preste atenção nos detalhes e garanto que vai acabar encontrando o seu preferido. Se for possível, desenhe o layout com fita crepe no chão do quarto e ande pelo ambiente para ter certeza se é esse o que você quer.
  5. Seguiu esses passos e percebeu que estão faltando coisas? Então significa que você fez tudo certo. Agora pegue aquelas imagens que você escolheu lá no passo 2 e verifique o que está faltando para te agradar por completo. Faltam prateleiras? Talvez um tapete? Uma poltrona para sentar e ler?( sim, no quarto!)… e curta esse momento, que é um dos mais legais na hora de decorar um ambiente ( minha opinião haha).

Enquanto você começa a fazer isso eu vou escrevendo a parte II desse post, que você confere na semana que vem! Só ressaltando que, se na hora de definir o layout, você sentir a necessidade de quebrar alguma parede, pense mil vezes antes de fazer isso sem a ajuda de um profissional. Muito provavelmente surgirão problemas depois, caso você faça sem um auxílio competente.
Vocês tem algum método diferente de organizar a nova decoração? Já fez e deu certo? Conta pra gente!
assinatura blog