Where the voices still echoes

Diário

Esse período em isolamento tem me feito passar por tantos altos e baixos emocionais que eu já perdi as contas. Na maior parte do tempo eu me sinto bem, na verdade. Mas mesmo tentando manter uma rotina e estando a maior parte do tempo ocupada limpando a casa, trabalhando, estudando ou fazendo coisas divertidas, ainda sobre MUITO tempo para pensar na vida. E pensar na vida me fez chegar em um lugar que ficou tão tão distante de mim mesma.

Testando fotografias diferentes com a minha lente 50mm

Eu já devo ter falado mil vezes em posts aleatórios por aqui que sinto falta de ser mais espontânea. Eu sempre fui muito criativa e nunca tive muito medo de tentar as coisas que eu queria fazer. Eu sou mais tímida do que parece pra quem me conhece ou quem me vê na internet, mas isso nunca me impediu de estar vulnerável e aberta para buscar os meus objetivos. O que começou a me atrapalhar foi pensar muito na opinião das outras pessoas.

Eu queria poder dizer que comentários depreciativos – mesmo quando não tem essa intenção – não me colocam pra baixo, mas sempre que eles surgem eu fico me sentindo uma idiota. E sem querer vou deixando de fazer as coisas que eu gosto e me reprimindo. E esse tempo em isolamento me fez sentir uma idiota por já ter levado a sério a opinião das outras pessoas por tempo demais. Principalmente por perceber que sempre são pessoas que não tem nenhuma influência positiva na minha vida, nunca são as pessoas que querem o meu bem (porque críticas construtivas devem ser bem vindas, mesmo quando doem um pouco na hora).

Acho que essa coragem que eu sempre tive pra colocar a cara no sol e tentar coisas novas é o que me fez chegar até aqui, com um amadurecimento nas minhas escolhas, que de outra forma acho que eu não teria. E nesse processo, mesmo quando deu tudo errado, eu aprendi muitas coisas.

Espero que tudo esteja bem por aí e que possamos sair dessa situação com saúde, física e mental.

Até o próximo!

Obs: o título desse post é uma frase da música “the meeting place” , the last shadow puppets.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply