instagram-ruim

Por que o instagram ficou tão ruim?

Entretenimento

Esse post seria só um desabafo SE também não fosse a solução que eu encontrei para continuar utilizando o instagram sem me sentir um número insignificante.

Eu lembro perfeitamente de quando eu criei uma conta do blog no instagram e ficava super feliz com 4 likes em cada foto e 10 seguidores. Com o tempo esses números foram aumentando e a minha expectativa com essa rede social também, mas nunca gostei da ideia de comprar seguidores ou mesmo de grupos para ganhar seguidores (vou falar sobre isso mais pra frente nesse post), tanto que no meu primeiro ano usando essa conta eu praticamente não segui nenhuma pessoa conhecida e quase não divulgava a minha conta para os meus amigos, porque eu queria que as pessoas me seguissem por realmente gostarem do que eu estava postando, não porque era eu postando.

Eu costumava divulgar os posts do blog lá, mas principalmente fazia curadoria de projetos de design de interiores que eu achava legal. No começo, nem sempre eu dava o crédito das imagens e eu postei várias coisas que hoje eu considero inúteis e até zoadas. E então eu fui aprendendo práticas melhores e mais respeitosas e fui percebendo que eu também tinha muito a acrescentar em termos de conteúdo. Eu fiquei algum tempo sem dar muita atenção para as redes sociais do blog e para o próprio blog em si porque eu tive um período de crise existencial na minha vida, e embora eu não me arrependa, acho que quando eu resolvi voltar a investir o meu tempo nisso as coisas já haviam mudado muito, tanto nas plataformas quanto em mim.

Mas ok. Eu voltei postando coisas em um estilo bem diferente de antes e ganhei uma infinidade de unfollows. Até aí eu acho completamente normal porque as pessoas me seguiram com um estilo de post e agora não estavam mais recebendo isso. Virou um problema pra mim quando o instagram começou a mudar a exibição dos posts. Eles primeiro tiraram a exibição da ordem cronológica e quando eu ia olhar a minha timeline, cansei de comentar posts de 3 dias atrás porque era o que aparecia no topo. Às vezes eu ficava atualizando várias vezes a timeline pra ver se os posts recentes apareciam e chegou num ponto em que passavam-se dois dias e os mesmos posts continuavam aparecendo, mas quando eu clicava diretamente no perfil das pessoas eu encontrava novos posts. Frustrante.

Daí chegamos em 2018 e eles juram que mudaram a exibição para o que nos interessa mais. Eu li e vi vários vídeos de pessoas que entendem mais sobre isso do que eu e praticamente todo mundo estava confirmando isso, que agora a gente vê mais os posts que mais nos interessam, o que a gente mais curte e comenta é o que mais aparece, mas que também vemos os posts das outras contas que seguimos, que o instagram não está escondendo nada de ninguém…e ao mesmo tempo vi 90% dos usuários reclamando do mesmo problema que eu, vi contas com mais 100k (e que eu sei que tinham um engajamento excelente) também reclamando. E pra mim, pessoalmente virou algo estressante e que não merece o meu melhor.

Me irrita que o instagram tenha colocado propaganda na timeline e que as funcionalidades dele tenham começado a se moldar em cima disso. Igualzinho o facebook. Não adianta mais ter um bom conteúdo e fotos de qualidade, isso é quase irrelevante a curto e até a longo prazo. E por que filtrar automaticamente a nossa timeline se agora temos a opção de silenciar contas sem deixar de seguir? Qualquer perfil de amigos ou familiares cheios de selfies e fotos que não te interessam pode ser silenciado sem que você deixe de seguir e o unfollow continua existindo para as contas de marcas, blogs e etc que não te interessam mais. Então por que?

Eu passei as duas últimas semanas focada nisso, tudo porque eu queria 10 mil seguidores para conseguir postar o link dos meus posts diretamente no stories (oi Thyeme?!?!) e para isso eu precisava entender o que eu estava fazendo de errado, para melhorar. Eu organizei os meus posts pra ficarem bem bonitos, voltei a usar várias hashtags (e tags relevantes para o meu conteúdo hein), voltei a postar com frequência e sem extrapolar…e eu só vi os números de likes e views diminuindo, enquanto que o número de seguidores parou de cair drasticamente. Li vários artigos ensinando como melhorar o crescimento do perfil e praticamente todos falavam sobre entrar em grupos de engajamento de instagram no facebook. Eu sempre achei que essas coisas eram furada, mas resolvi tentar e depois de olhar vários grupos que pareciam absurdos, encontrei um que tinha regras mais decentes. Coloquei o link do meu perfil em um post criado para isso, e aí a ideia era que as pessoas que me seguissem fossem seguidas de volta por mim. Péssimo, porque um monte de gente que me seguiu tinha conteúdo que não me interessava nem um pouco, mas eu participei desse post consciente disso e seria pouco ético se eu não correspondesse ao que as regras mandavam (coisa que muita gente lá estava fazendo, porque afinal, o que interessa são os números, não é?) e segui todo mundo de volta.

Acho que isso foi o que me fez parar pra pensar. Até então eu estava ficando irritada com vários perfis de outros blogs e empresas me seguindo, alguns com um feed muito legal e que me interessava de fato, mas assim que eu seguia de volta, eles me davam unfollow.

Eu não gosto de me sentir só como um número.

Grande parte do problema eu acredito que está nos próprios usuários, no modo como as pessoas lidam com tudo isso com essa prática de seguir aleatoriamente só pra ser seguido e etc. Mas a culpa mesmo é da própria empresa que gerencia o instagram e sutilmente acaba fazendo com que as pessoas procurem meios tão chatos para crescer na rede sem ter que pagar uma fortuna por isso. Refletindo sobre tudo isso foi que eu percebi que o que eu tô fazendo não é ruim, não é o meu conteúdo o problema. Não quero dizer que eu estou merecendo algum prêmio pelos meus posts, mas eu cheguei a me sentir realmente mal com tudo isso por pensar que a culpa era minha e é muito libertador parar de pensar dessa forma.

Eu considerei fortemente deletar o meu perfil, mas mesmo com todas essas questões eu sei que eu iria acabar sentindo falta e apesar de tudo, ainda é importante divulgar o meu trabalho e os meus posts do blog por lá, que é uma rede com um número altíssimo de usuários. Ao invés disso, eu decidi para de investir tanto tempo e energia no instagram. Em contrapartida eu vou continuar com um comportamento que eu espero que seja cada vez mais saudável, acho que é mais justo comigo mesma.

E aqui vem a parte legal desse post: eu vou voltar a utilizar o #followfriday que era tão famoso quando essa rede social começou, e vou compartilhar os links e @ mais legais que eu vou descobrindo por lá. Minha ideia é que sejam sempre 4 perfis, de fotografia, design de interiores, arte e um de categoria mais abrangente.

  1. Pedro e outras pessoas: Pedro trabalha com fotografia lá no Espírito Santo e ele tem fotografias que eu acho muito expressivas.
  2. Undecorated_home: fotos de design de interiores. Gosto porque ela também posta fotos que ela mesma tira e de cômodos da própria casa dela.
  3. Teresa ARTime: artista e arquiteta. Gosto muito do trabalho dela e a estética do perfil é muito bonita.
  4. Blogosphere_magazine: Uma revista impressa sobre a blogosfera <3

Me conta o que você tá achando do instagram e se concorda ou discorda com o que eu escrevi :)

Beijo e até o próximo!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply