sunset.png%255B3%255D

For reasons unknown

Diário

sunset.png
sunset2.png
sunset3.png
20150109_192543
drive.png
I pack my case, I check my face
I look a little bit older
I look a little bit colder
With one deep breath, one big step
I move a little bit closer, I move a little bit closer
For reasons unknown…
I caught my stride, I flew and flied
I know if destiny’s kind, I’ve got the rest on my mind
Well my heart, it don’t beat, it don’t beat the way it used to

The killers

As coisas são muito simples na teoria, quando a gente só está pensando no que fazer ou dando um conselho. Mas quando a gente sente – não importa quão boa seja a nossa decisão – é tudo mais complicado. Aparentemente, particularmente falando, não é muito fácil controlar os sentimentos só usando a mente. Tem momentos em que dói tanto que nem dá pra confiar nos meus pensamentos. Não é um problema se a situação só envolver você mesmo, porque aí é mais fácil lidar com as consequências. Mas quando envolve outra(s) pessoa(s) (e mais o que você quer), cada pequeno passo pode ser destruidor. É claro que você vai ter a consciência limpa se as suas decisões evitarem machucar outras pessoas mesmo que machuquem a você, só que não significa que é assim que você vai se sentir feliz.

E ainda tem as situações em que a gente nem tem certeza do que quer, com as pessoas te falando que você precisa descobrir porque você precisa descobrir! E as situações em que ninguém vai conseguir compreender o que você quer. Aceitar.

Eu dei um passo mais largo do que as minhas pernas e talvez essa seja a minha chance de “chegar um pouco mais perto”. Eu fiz e agora eu preciso viver um pôr de sol de cada vez, mentalizando o breve momento de paz interior que eu tive na viagem em que tirei essas fotos, semana passada. E olhar para o lado bonito das coisas…

Thyeme Figueiredo

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply